PUBLICIDADE

Lenda do Tereré

quarta-feira, 6 de abril de 2011

"Ouvi de um matoneiro velho uma vez, que o tereré surgiu no inicio da pecuária pantaneira, quando ainda não se conheciam os caminhos alagadiços do grande e belo Pantanal. O que acontece é que os peões algumas vezes  se perdiam no mato, e com o passar do tempo uma vez perdidos os suprimentos iam acabando inclusive a água potável. Era então nesse momento que  se lançava mão de um artifício que deu origem ao costume de se tomar a erva fria.
É que a água do Pantanal é na maioria das vezes fruto de alagadiços, os quais transformam-se em águas que em alguns casos são contaminadas, e aí é que está a parte interessante,  pois os pantaneiros acreditavam que a erva tinha a propriedade de filtrar e purificar a água que estivesse suja. Por isso, os peões andavam com uma guampa cheia de mate e grampeada em um cordão preso a sela de seu cavalo, cordão este que quando necessário fazia descer ao alagado a boa erva, que logo era içada para saciar a sede do  pantaneiro."

                                                                                        Bibliografia - http://galeradoterere.hpg.com.br/lendas.htm

0 comentários:

Postar um comentário




Banner1

Banner2

Banner3