PUBLICIDADE

Pesquisa sobre o tereré ( nutrição )

domingo, 23 de janeiro de 2011

Entrevista da  nutricionista Gislaine Luzia Bueno, da Associação Paulista de Nutrição (Apan).


Segundo Gislaine, o mate do tereré, assim como aquele utilizado no chimarrão ou no chá tradicional, pode ser consumido sem problemas se a quantidade não for exagerada. Muito tereré pode mascarar a fome e levar o diabético a pular refeições, o que acaba sendo um fator de aparecimento de crises hipoglicêmicas.


“Sempre que beber o tereré ou outro líquido, é bom lembrar-se da alimentação sólida, para não correr riscos”, aconselha a nutricionista.


Além disso, a erva-mate contém nutrientes que devem ser levados em conta na hora de calcular os carboidratos. Além de oferecer vitaminas B1, B2, A e C, cada 100 gramas de mate contêm cerca de 10 gramas de carboidratos e 1,3 grama de glicose.


Outro cuidado é com a forma de adoçar. Embora tradicionalmente o tereré seja consumido sem adição de açúcar, algumas pessoas preferem adoçá-lo. Para o diabético, o ideal é o uso do adoçante artificial. Caso a mistura seja feita com sucos de frutas, a opção preferencial deve ser pelo suco natural que também precisa ser contabilizado em relação aos carboidratos.




Site:  http://www.diabetesnoscuidamos.com.br



3 comentários:

joao disse...

muito boa a matéria, vlw ai !
abraços

lucas thaynan disse...

Você recebeu um selo do Blog do Malluko.
Entre aqui http://blogdomalluko.blogspot.com/2011/01/selo-3.html e peggue o seu.

Christian Campos disse...

Obrigado joao!

Postar um comentário




Banner1

Banner2

Banner3